Categorias
Sem categoria

A IA na resolução do problema de desperdício de comida

Globalmente, cerca de um terço da comida é perdida ou desperdiçada a cada ano da fazenda para a geladeira, representando cerca de 1,3 bilhão de toneladas. O preço econômico é estimado em quase US $ 1 trilhão por ano.

De acordo com as estatísticas da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), se pudéssemos reverter essa tendência, teríamos comida suficiente para alimentar a população subnutrida do mundo, além de atender às necessidades nutricionais de cerca de 10 bilhões de pessoas até 2050.

A tecnologia tem ajudado a combater a fome no mundo . Atualmente, a maioria das conversas sobre o impacto da tecnologia em qualquer setor da economia envolve inevitavelmente inteligência artificial. Na área de desperdício de alimentos não é diferente.

Um relatório da Fundação Ellen MacArthur e do Google estima que as tecnologias que empregam IA para reduzir o desperdício de alimentos podem ajudar a gerar até US $ 127 bilhões por ano até 2030.

Essas tecnologias podem detectar quando as frutas estão prontas para serem colhidas para a colheita e os algoritmos podem prever a demanda para garantir que os varejistas não sobrecarreguem determinados alimentos.

De olho na agricultura
Empresas como a Centaur Analytics , da Califórnia, estão usando redes avançadas de sensores e inteligência artificial para análise de culturas. A startup de cinco anos usa sensores de nível militar para coletar dados sobre uma variedade de condições em instalações de armazenamento pós-colheita, como caixas de grãos.

Os dados são analisados na nuvem por algoritmos que aprenderam a detectar quais condições podem levar à deterioração precoce do produto – ou mesmo se houver uma ameaça de infestação de pragas. A empresa pode ir um passo além e prever a qualidade do grão no futuro com base nas condições passadas e atuais.

Não são apenas as startups que estão lançando soluções centradas na IA para reduzir o desperdício e deterioração de alimentos. A Microsoft tem divulgado como seus aplicativos de IA, como os Serviços Cognitivos do Azure, ajudaram a garantir que uma fazenda de gado leiteiro na Austrália produza leite de alta qualidade com segurança e eficiência.

Um sofisticado sistema de monitoramento de temperatura que usa sensores e as tecnologias de IA da Microsoft pode detectar variações de temperatura em tanques e caminhões de armazenamento. A máquina envia um alerta para evitar que o leite estrague se ocorrer um problema sério, como uma falha elétrica no sistema de refrigeração.

Em um relatório de 2018, a organização sem fins lucrativos ReFed disse que cerca de US $ 125 milhões foram investidos em startups de desperdício de alimentos, mas estimou que o setor privado precisaria responder por cerca de um terço do total de US $ 18 bilhões em investimentos para atingir a meta de redução de 20%.

O apetite por reduzir o desperdício de comida está aumentando. É apenas uma questão de saber se podemos suportar o custo inicial no desenvolvimento da tecnologia para que isso aconteça.

*Texto traduzido e adaptado da Singularity University

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *